sexta-feira, 27 de março de 2015

Notícias da MIOSOTIS

Lançamento e degustação na MIOSOTIS nos dias 27 e 28 de Março, sexta e sábado
BioBarra: 3 barrinhas biológicas de frutos secos fabricadas em Portugal. Produção artesanal e sem glúten.
Cheias de côr e vida ... e simplesmente deliciosas.
Um snack prático para uma pausa no trabalho, para a escola, em viagem ou depois da actividade física.
Mais informação em http://www.biobarra.pt/

Novidades
Folar da Páscoa vegan: chegaram os folares que o Neson produz nesta época do ano; 2 versões - vegan e com ovo. Com canela, erva doce, limão e abóbora
Quindim e Toucinho do Céu: doçaria tradicional portuguesa BIO produzida pela Marina do Casal dos Planetas aproveitando os ovos das suas galinhas poedeiras.

Notícia
O herbicida mais aplicado em Portugal, cuja marca comercial mais conhecida é o Round-up (substância activa é o glifosato) foi considerado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) como "carcinogénio provável para o ser humano". Ler mais em http://www.stopogm.net

Destaques este fim-de-semana
REQUEIJÕES: as ovelhas começam a "dar" muito leite nesta época pelo que temos muitos requeijões.Elaborados a partir do soro do leite (depois de fazer o queijo) o requeijão apresenta um teor reduzido de matéria gorda. Provenientes da região da serra da Estrela, temos o requeijão da Queijaria da Tia Amélia (Celorico da Beira) e o da Quinta do Carapinhal (S. Martinho da Cortiça).
BORREGO: no talho da MIOSOTIS há uma abundância de carne de borrego, própria desta época do ano. Proveniente da região de Elvas (Alentejo). Costeletas, bifes de borrego, perna ou mão para assar, carne para ensopado, fígado de borrego, etc.

LEGUMES: em destaque a urtiga - supernutritiva estamos na sua época! Continuam os espargos, as ervilhas tortas e os grelos de couves
FRUTAS: surgem, ainda um pouco "envergonhados" os primeiros morangos! As laranjas, clementinas encores e os abacates, todos vindos do Algarve continuam deliciosos. Quanto aos kiwis do Minho, esta semana estão muito especiais!

sexta-feira, 20 de março de 2015

ACUSHLA na MIOSOTIS

Lançamento e degustação esta sexta e sábado, dias 20 e 21 de Março.
O ACUSHLA é um Azeite Biológico Virgem Extra, DOP Trás-os-Montes, com uma acidez de 0,1%, o qual se destaca por uma qualidade e um design de excelência, comprovados pelos inúmeros prémios internacionais com que tem sido galardoado (http://www.acushla.pt/premios-azeite-acushla/). Igualmente em degustação o mel BIO AcushlaApresentação
Destaques
Queijo BARDO de volta à MIOSOTIS. Queijo de cabra fresco. Biológico. Produção artesanal de Trás-os-Montes. Delicioso!

Primeiros legumes da Primavera
Ervilha torta (ou de quebrar): tenras, saborosas, suculentas, nutritivas
Espargos verdes: com o aquecer da terra em Março brotam os primeiros espargos - são um sinal que a Primavera chegou mesmo
Outros produtos da época:
- grelos de pack choi, acelgas, espinafres, brócolos
- laranjas, encores e abacates



Aloe Vera
Apresentação da gama de produtos à base de Aloe Vera produzidos pela Karin em Barão de S.João, Lagos. Cosmética artesanal. 5ªe 6ª feira dias 12 e 13 de Março
Atum SANTA CATARINA
Lançamento na MIOSOTIS das conservas de atum com ingredientes BIO (azeite, tomate) produzidas em S.Jorge (Açores). Sábado dia 14 de Março, com degustação. Para saber mais: www.atumsantacatarina.com
Legumes da época
Ervilha torta ou de quebrar: é o primeiro legume-fruto a anunciar a Primavera.
Grelos de couve pack-choi: deliciosos, tenros, doces.
Acelgas e espinafres
Couve portuguesa
Frutas
Enquanto não começam os morangos, são os citrinos do Algarve que reinam: as laranjas são docíssimas da variedade Baia Rija, os limões, as clementinas (a acabar) e as encores
Destaque ainda para os kiwis que mantêm uma qualidade excelente.


"SEMENTES DE PORTUGAL" - apresentação na MIOSOTIS

Esta 6ªfeira e Sábado, dias 6 e 7 de Março, o João Gomes estará na MIOSOTIS a dar a conhecer e a vender as 23 diferentes sementes de plantas, arbustos e árvores da nossa flora. Colhidas nas serras, arribas e campo de Portugal estas espécies autóctones estão naturalmente adaptadas às nossas condições climatéricas. Em regra suportam bem os nossos verões quentes e secos e são resistentes aos nossos invernos.
Muitas possuem propriedades medicinais cujo conhecimento foi obtido ao longo de gerações.
Muita outras possuem uma inegável carga cultural simbólica, como a Murta ou o cardo de Santa Maria, estando ligadas à nossa cultura e modo de vida.

LEGUMES DA ÉPOCA
Grelos de nabo, de couve galega, de couve pack-choi: uma delícia, preparados de todas as maneiras (salteados são supremos...) A chegada em força dos grelos quer dizer que os dias estão a crescer e a aquecer!
Acelgas: um legume verde primaveril a experimentar. Facilmente se transforma num esparregado delicioso.
FRUTAS
As laranjas estão docíssimas: são da variedade Baía Rija, uma variedade antiga algarvia. O produtor é de Messines, uma zona do Algarve conhecida pela excelência dos seus citrinos. Igualmente as clementinas e os limões são provenientes do mesmo produtor
Os abacates também são do Algarve e muito saborosos

CICLISTAS TÊM DESCONTO
Durante o mês de Março, quem vier às compras de bicicleta tem um desconto nas suas compras! Já temos onde estacionar mesmo em frente da loja. Não esquecer de trazer um cadeado.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

B A BÁ do Vinho na Miosotis
Uma sessão de 2 horas para quem se quer iniciar na prova de vinhos
Dia 11 de Fevereiro, 4ªfeira, às 18h

Os Goliardos
Os Goliardos dedicam-se desde 2005 a promover o conhecimento e a cultura do vinho autêntico, feito por produtores exigentes e com respeito pelo ambiente e pelo local de origem. Comercializam vinhos de terroir de vários países da Europa, seleccionados a partir de visitas que realizam a todos os produtores com quem trabalham. Têm a sua “garagem” de vinhos em Lisboa, e fazem acções em pontos vários. No dia 11 de Fevereiro estarão no Miosotis!

Como decorre o B-A-BA
A sessão é composta de 2 provas comparativas, a partir das quais os participantes vão aprender o essencial e o básico de como se prova um vinho e quais os seus principais qualificativos. Irão dar a provar vinhos feitos em agricultura biológica disponíveis na Miosotis de forma a ficarem a conhecer as suas características e entender o que significa e implica a produção em biológico do vinho.
participantes
O B A BÁ destina-se a pessoas que considerem partir do zero e que querem aprender a provar um vinho. Cada curso terá entre 8 e 15 participantes, entre os 18 e os 88 anos, para todos os feitios.
objectivos
  • Provar um vinho passando pelas etapas principais
  • Indicar as principais características de um vinho (aspeto, nariz, boca)
  • Vocabulário de base do vinho (corpo, adstringência, aromas, frescura, etc)
  • Vinho em agricultura biológica: características e caderno de encargos
Inclui
Prova de vinhos, sessão animada e pedagógica, alguns petiscos a condizer
Local:MIOSOTIS
preço: 20€.
inscrições
Para a inscrição basta um mail para biomiosotis@gmail.com
A inscrição de cada participante só é considerada efectiva a partir do momento em que o pagamento é feito. No caso de desistência, não serão devolvidos os valores.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Bio-Dry: lançamento e apresentação na MIOSOTIS nos dias 9 e 10 de Janeiro

A Terra Ancestral, marca nacional de produtos naturais e biológicos para saúde animal, humana e ambiente sustentável, tem o prazer de anunciar e disponibilizar o seu produto Bio-Dry na MIOSOTIS, loja de produtos biológicos, em Lisboa.
A partir do dia 10 de Janeiro já poderá adquirir qualquer produto da gama Bio-Dry e beneficiar de um controlo natural de pragas domésticas em casa, jardim e agricultura e de parasitas nos animais domésticos e de produção, respeitando os modos de produção biológica, sem toxicidade para os humanos, animais ou ambiente, prevenindo e controlando de forma eficaz e natural infestações no ambiente e nos animais.
Bio-Dry é uma marca nacional de produtos à base de terra de diatomáceas usados com eficácia no controlo de parasitas internos e externos em animais e seres humanos e no controlo de pragas ambientais em casa, jardim e agricultura.
A terra de diatomáceas é um produto biogénico à base de óxido de silício e outros óxidos inertes, provenientes de microorganismos de plâncton fossilizado, as diatomáceas, e atua sobre as pragas e parasitas promovendo a desidratação dos líquidos fisiológicos internos por ação abrasiva que as micro-espículas das diatomáceas produzem sobre a cutícula dos insetos, artrópodes e outros organismos parasitas, e a consequente desidratação dos mesmos.
Desta forma, a ação biocida do produto é física, não cria resistências por parte do parasita e não apresenta toxicidade para os organismos em que se aplica.
Na realidade, o uso da terra de diatomáceas não se limita à sua ação no controlo de pragas e parasitas, sendo também procurado em grande parte como suplemento alimentar no incremento natural da produção animal (mamíferos e aves) pela sua riqueza em sílicio, um dos principais constituintes estruturais do corpo, e também no suporte a doentes com doenças autoimunes, crónicas e degenerativas, pela sua riqueza e variedade mineral presente nos restantes óxidos inertes, que faz da terra de diatomáceas um excelente produto para a suplementação mineral natural equilibrada e proporcionada às necessidades biológicas dos animais.
A sua ação destoxificante permite-lhe, como terra mineral que é, complexar no aparelho gastrointestinal moléculas tóxicas como metais pesados, piretrinas, entre outras e também neutralizar a ação nociva de algumas toxinas bacterianas por vezes presentes no intestino.
O uso da terra de diatomáceas em agricultura biológica está aprovado pela FDA e pela USDA nos EUA e é usado por toda a Europa em agricultura e produção animal orgânica.

sábado, 20 de dezembro de 2014

Apresentação e Degustação
Vinhos BEYRA e QUINTA do CÔA
Esta 6ªfeira e Sábado, dias 19 e 20 de Dezembro, teremos na MIOSOTIS a apresentação dos vinhos BEYRA, um tinto e um branco, ambos DOC Beira Interior. produzidos pelo Rui Reboredo Madeira.
O tinto é do ano de 2012, da casta Jaen e recebeu medalha de ouro no concurso de vinho da Beira Interior de 2014.
O branco é do ano 2013 com as castas Siria e Fonte Cal.
Estarão também em degustação os vinhos Quinta do Coa do mesmo produtor: o tinto 2008 e o branco 2010, ambos Douro DOC.